Evolução?

Evolution of the Desk
Ficou tudo menor, mais escondido, dependendo de processamento e memórias virtuais. Ficou tudo mais difícil de manipular, preso dentro de telas cada vez menores, limitando nosso campo visual e o alcance de nossas mãos.
Em lugar de breves movimentos dos olhos, dezenas de alt+tab’s. Em lugar de dez dedos, duas mãos e dois braços, um punho e um dedo (eventualmente mais outro).
Isso para não falar da desvirtuação e eventual completa eliminação da função de determinados elementos na cena.
Quanto à economia de espaço e papel não há o que questionar, mas no que diz respeito a eficiência e produtividade, tenho sérias dúvidas. Ainda há muito o que evoluir.

___
O vídeo original (completo e com melhor qualidade) está na página do Best Reviews. Também tem artigos sobre o vídeo (em inglês), uma mera peça publicitária supostamente criada a partir de um estudo do Harvard Innovation Lab.